O amor é mesmo assim

Há sempre algo que nos revoga dos momentos de paz, nos abana até perdermos a noção do que nos rodeia e coloca o nosso coração a bater a uma velocidade superior à da própria luz. O amor começa assim. Assemelha-se a um relâmpago que até a quilómetros de distância nos assusta, nos provoca alguma hesitação e um quanto receio, e nos faz pensar duas vezes sobre se será ou não seguro ficar debaixo de uma árvore até ele passar. E depois vem o trovão, que nos ensurdece a alma e nos faz fechar os olhos de forma a aprender o que nos espera com apalpões de terreno. Quando se calam os céus e a noite vira dia, quando não se vê nenhuma gaivota em terra e o sol bate no soalho de um modo cinematográfico, tudo o que outrora era cego e surdo, vira mudo. O amor entra por todos os poros e nem piamos de tão bem que nos faz sentir. É como ir até à beira-mar, tirar os sapatos e correr sobre a água. É uma sensação de liberdade. É algo que queremos manter em segredo dos deuses por ser tão puro e satisfatório, guardando meramente em nós próprios todas as perturbações que provoca, embora meio mundo sinta o cheiro a amor que nos cobre a pele. Todos queremos saber o que é o amor. Sentir o amor. Fazer amor. Dar e receber amor. Ter direito ao amor e ir em busca dele. Dizer-lhe não e gritar-lhe sim. Fazer o que bem se quer e apetece do amor. Arrancar-lhe as roupas, puxar-lhe os cabelos, bater-lhe com a porta na cara, chorar e rir por ele sem medos ou com algumas inseguranças. Abrir-lhe uma garrafa de champanhe para o comemorar. Fechar-se em casa como que em protesto ou fugir em forma de homenagem. Todos queremos presenciar o amor de mil e uma maneiras. Contudo, há apenas uma: entregar-se ao amor por completo. Se assim não for, não é amor.

Comentários

daniela costa disse…
ainda nao li este texto, mas tenho-te que dizer que adoro a tua foto do perfil do blog!
daniela costa disse…
ja li, e como nao deixa de ser novidade, adorei!
Ana Rita disse…
Podes crer, o pior é que conheço pessoas que detestam o que é uma coisa que me faz confusão sabe-se lá porquê :b

btw, o texto está EXCELENTE. Escreves muito bem, continua (:
Diogo Silva disse…
Só tenho receio de uma coisa loool se com o Amor fores bater com a porta na cara dessa pessoa acho que os hospitais vao ser mtas vezes visitados pelo teu amado com o nariz partido looool brincando* ta muito muito bonito =)
pat f disse…
simplesmente lindo!

Mensagens populares