Recomeço

Pedem todos um novo início. Deseja-se mudar de cidade e por vezes de país, de ares e de cheiros, de companhias e de vistas, de cultura e de gostos. Procuram-se novos caminhos e novas pedras para carregar. O que muitos esquecem, é que as ideias inatas, o código genético que guardamos dentro de nós, as fantasias e os sonhos, as memórias e as lembranças, nada disto se altera ou se apaga, não deixando de constituir um pedacinho do nosso ser para dar lugar a discos vazios e gavetas prontas a ser ocupadas por novas experiências. O que muitos desconhecem, ou pelo menos se tentam convencer de tal, é que a pessoa não muda e, nesta vertente, continuará a desenhar o mesmo percurso mesmo que se depare com um labirinto pois estamos todos programados para isso, para sermos nós em qualquer parte do mundo, face a qualquer situação. E se alguém deseja mudar, de pouco vale um cabelo pintado e um guarda-roupa novinho em folha. São tudo pré-eliminatórias. Às finais poucos chegam.

Comentários

daniela costa disse…
está tão lindo, tão verdadeiro. adoro, ângela! deixa mesmo uma pessoa a pensar!
V disse…
De facto tens razão, mas é preciso não esquecer que graças a esse fabuloso código genético, que é tão vasto que nenhuma de nós consegue calcula-lo, nós somos capazes de adaptar imensas posições com a vida. E por vezes, com muita vontade nós passamos por fases diferentes na vida e acabamos por tornar identidades diferentes, em diferentes épocas, com diferentes pessoas.
Quando se luta por nós mesmos, nós alcançamos!
Beijinho Ângela :)
Gabriela disse…
Amei, sem dúvida que este é um dos melhores, é tão real!
amo-te (:

Mensagens populares